Um pequeno desabafo

Voltei só pra contar uma história triste. É sobre uma garota chamada Marcelle, que se dedicou muito em todas as disciplinas da faculdade de jornalismo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

No final do primeiro semestre de 2015 ela defendeu a monografia e tirou nota 10. A faculdade pediu que ela aguardasse um tempo pra que fosse colar o grau (assinar na secretaria) pra dar entrada no diploma.

Três meses depois avisaram que a colação já havia ocorrido. Marcelle não teve seu nome listado, pois alguém bem legal esqueceu de por o comprovante da defesa que foi entregue na secretaria) no lugar que deveria. Esqueceram a coitada.

Como se isso fosse pouco, o DEP a inscreveu no ENADE, exame que só os alunos concluintes do segundo semestre de 2015 deveriam fazer. E não há nada que a coitada pudesse fazer a não ser ir pra São Cristovão marcar presença na prova.

Azar o dela, a Ocupação da Uerj começou no período após a realização do ENADE, quando ela também estava "aguardando o contato da faculdade".

E ela está até hoje sem colar grau pra dar entrada no Diploma / MTB de jornalista.

*Atualização
E o diretor da faculdade informou que só após 04/01/2016, quem sabe, tem uma resposta de quando vou colar grau.

Cadê meu final feliz?